10 de mar de 2008

Rainer Maria Rilke

Rainer Maria Rilke


Se ao menos uma vez tudo se aquietasse
se se calassem o talvez e o mais ou menos
e o riso à minha volta…
se o barulho que fazem os meus sentidos
não perturbasse mais a minha vigília…

então, num pensamento multifário,
poderia eu pensar-te até aos limites
e possuir-te (só o tempo de um sorriso)
e oferecer-te a vida inteira, como
um agradecimento

Foto: Blue One

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails