9 de nov de 2007

Simone de Beauvoir


"Querer-se livre é também querer livres os outros."

"A morte parece menos terrível quando se está cansado."


"Eu passava muito bem sem Deus e, se utilizava o seu nome, era para designar um vazio que tinha, a meus olhos, o clarão da plenitude."

"Por vezes a palavra representa um modo mais acertado de se calar do que o silêncio."

"Atroz contradição a da cólera; nasce do amor e mata o amor."
"Por vezes a palavra representa um modo mais acertado de se calar do que o silêncio."

Um comentário:

LOBO DO MAR disse...

Blog:http://jl-correa.zip.net

Penso e sinto o amor, assim...
(by jan)

Em amor não existem premissas ou assertivas, não existem psicologias que o definam, esclareçam ou solucionem, sua falta ou existência!
Podem existir psicólogos, psicanalistas, “experts", versados em sexo e em toda a sua complexidade, em seus mistérios, em suas posições, como as do KAMASUTRA – de um louco e pervertido francês – em como fazê-lo e praticá-lo. Se é que existe alguém que consegue ou é necessário? Mas, em amor, não acredito que alguém seja versado, especialista. Sentimento, sente-se!
O amor, é bondade e é maldade, é prazer e é dor, é desejo e é repulsa, alegria e tristeza, força e fraqueza, por ser amor é paradoxo, é incoerência, é algo indefinido e indefinível, é imensurável, é único, não tem tempo de duração, é indecifrável, é abstrato e é concreto, é droga que cura, que vicia, que mata, é presença, é vida, é morte ...
Excetuando-se o amor de mãe, o mais perfeito, o insubstituível, o único incondicional, só os privilegiados o sentem, quando são por ele tocados e, assim, são transformados.
Todo o planeta deseja senti-lo, ao menos uma vez, mas poucos conseguem, só os semideuses, os afortunados...
Creio que, quando o amor não nasce, de primeira (no primeiro toque, na primeira vez que ambos se ouvem, se olham ou se tocam, mesmo que seja até através do pensamento, no auge da paixão) ele dificilmente prospera. E se não prospera não é amor é sofisma. Mas impedir que o tempo o amadureça é contribuir para que ele precipitadamente morra, é matá-lo no nascedouro.
Ter um amor, permitir-se senti-lo é um ato de coragem. Só os covardes fogem dele!
O pensamento ainda é a força motriz do universo e nada o substitui, mesmo na vida moderna. Sem motores e foguetes, nele, viaja-se para onde se deseja ir, imediatamente. Vencendo as mais fantásticas distâncias, derrubando as mais terríveis barreiras, Eu sou latino, tenho sangue latino, descendo de portugueses e franceses e é assim que penso e sinto o amor...
combatendo os mais destruidores preconceitos, criando as mais
deliciosas fantasias o pensamento, meu amor, te traz quando te quero, para a minha companhia. Ele é o elo que salva quem se ama à distância...

Related Posts with Thumbnails