16 de jul de 2007

Cora CoraLINDA

Essa homenagem é a Coralina, a Ana Lins, poetisa, Linda, indescritível, inconfundível, difícil de não lembrar, impossível de esquecer.

Aninha e suas pedras

Não te deixes destruir...
Ajuntando novas pedras
e construindo novos poemas.
Recria tua vida, sempre, sempre.
Remove pedras e planta roseiras e faz doces. Recomeça.
Faz de tua vida mesquinha
um poema.
E viverás no coração dos jovens
e na memória das gerações que hão de vir.
Esta fonte é para uso de todos os sedentos.
Toma a tua parte.
Vem a estas páginas
e não entraves seu uso
aos que têm sede.
Cora Coralina (Outubro, 1981)

Um comentário:

Wanderson "Wans" disse...

A verdadeira arte está em fazer as coisas mais triviais se transformarem em poesia.
Em reconstruir como citado no poema...reconstruir...sempre ...sempre..

Related Posts with Thumbnails