1 de mai de 2008

Habitam-me todos os sexos*

Célia de Lima (Janeiro de 2007)

O que me habita é tudo o que já me compôs.
Vícios e medos vencidos...
fugas, fogueiras, nações...
Todos os eus me habitam;
em muita sombra e alguma luz.
Habitam-me todos os sexos,
todas as cores, toda fé.
Verso e deserto. Habito-me."

Foto: plastic wind de DDiaarte

*Não é o título da poesia

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails