14 de mar de 2014

Ana Jácomo



O amor desbasta o ego. Enxuga excessos. Delata as mínguas. Transforma as mágoas. Destrona arrogâncias e idealizações. Desmancha certezas e tece oportunidades. Bagunça a autoimagem todinha, piedade zero, culpa nenhuma. O amor percorre territórios devastados da alma com a calma necessária para reflorestar um a um. Dissolve neblinas. Revela o sol. Destece máscaras. Reinaugura a humildade. Faz ventar. Faz chorar. Faz sorrir. Faz tempestade um monte de vezes pra dizer também céu azul um monte de vezes depois.”


Foto: José Vaz Meneses

2 comentários:

Ulisses Borges disse...

Nane, há textos muito interessantes aqui no teu blogue! Um abraço!

Nane Martins disse...

Ulisses, obrigada. Volte sempre!

Related Posts with Thumbnails