31 de mar de 2010

Fotografia

(Leoni/Leo Jaime)

Hoje o mar faz onda feito criança
No balanço calmo a gente descansa
Nessas horas dorme longe a lembrança
De ser feliz

Quando a tarde toma a gente nos braços
Sopra um vento que dissolve o cansaço
É o avesso do esforço que eu faço
Pra ser feliz

O que vai ficar na fotografia
São os laços invisíveis que havia

As cores, figuras, motivos
O sol passando sobre os amigos
Histórias, bebidas, sorrisos
E afeto em frente ao mar.

Quando as sombras vão ficando compridas
Enchendo a casa de silêncio e preguiça
Nessas horas é que Deus deixa pistas
Pra eu ser feliz

E quando o dia não passar de um retrato
Colorindo de saudade o meu quarto
Só aí vou ter certeza de fato
Que eu fui feliz

O que vai ficar na fotografia
São os laços invisíveis que havia

As cores, figuras, motivos
O sol passando sobre os amigos
Histórias, bebidas, sorrisos
E afeto em frente ao mar.

Foto: Perdido no Tempo de Jose Canelas

23 de mar de 2010

POEMA



Ernesto Cardenal Traduzido por Paulo Sant’ana.

Tu e eu, ao perdermos
um ao outro,
ambos perdemos.
Eu, porque tu eras o que
eu mais amava,
tu, porque eu era quem
te amava mais.
Mas, entre nós dois,
tu perdes mais do que eu.
Porque eu poderei amar
a outras
como amei a ti.
Mas a ti nunca ninguém
jamais amará
como eu te amei.

Foto:  Você vai dizer que não...de António Ramos

Cor do Desejo


Composição: Júnior Almeida e Ricardo Guima na voz de Ney Matogrosso

A tua boca anda oca
Da minha língua
da minha língua
A minha língua anda à míngua
Sem tua boca
sem tua boca

Exatos são os teus olhos que invadem
E me revelam teu coração
Exata é a cor do teu deserto
A dor do teu deserto
Exatos são teus beijos que me acertam
E a ti revelam meu coração
Exata é a cor do teu desejo
A dor do teu desejo

Foto: Delírio (Autor:?)

16 de mar de 2010

Fedro*


Pego a primeira parte para mim porque me chamo leão, 
a segunda, sois vós a dar-me porque sou robusto, 
a terceira cabe a mim porque valho mais.
A quarta, pobre daquele que ousar tocá-la




*Fedro (cerca de 30/15? a.C. - 44/50? d.C.), fabulista romano nascido na Macedônia, Grécia. 
Foto: fonte desconhecida
(Fernanda Mello)

"Certas coisas não se explicam. Não existem palavras que as descrevam ou soluções que as resolva . Sentimentos, gestos, sonhos e sorrisos. A alma entende e a boca cala."

foto: A_red_rose_in_the_snow_by_Aminamaru
Related Posts with Thumbnails