7 de set de 2011

Um Sonho dentro de um Sonho


Edgar Alan Poe

Tome este beijo sobre a testa!
E, na despedida de você agora,
Assim, muito mais deixe-me confessar-
Você não está errado, que considerem
Que meus dias têm sido um sonho;
Ainda se a esperança voou
Em uma noite, ou em um dia,
Em uma visão, ou nenhuma,
É, portanto, a menor foi?
Tudo o que vemos ou parecemos
É só um sonho dentro de um sonho
.

Eu estou no meio do barulho
De uma terra de surf atormentado,
E eu seguro dentro de minha mão
Grãos de areia dourada
Quão poucos! Como caem
Através dos meus dedos ao fundo,
Enquanto eu choro, enquanto eu choro!
Ó Deus! eu não consigo entender
Los com um fecho apertado?
Ó Deus! eu não consigo salvar
Uma da onda impiedosa?
É tudo o que vemos ou parecemos
Mas um sonho dentro de um sonho?

Foto: wind_by_schwarzrausch-d46i2zl

5 de set de 2011

Risque

Orlando Silva
 
 
 
Risque
Meu nome do seu caderno
Pois não suporto o inferno
Do nosso amor fracassado
 
Deixe
Que eu siga novos caminhos
Em busca de outros carinhos
Matemos nosso passado

Mas, se algum dia, talvez, a saudade apertar
Não se perturbe, afogue a saudade
Nos copos de um bar

Creia
Toda a quimera se esfuma
Como a brancura da espuma
Que se desmancha na areia

Foto: Não sei a fonte

Abigail Simmons

Não, não dormirei
Para não correr o risco
De sonhar com a tua partida
E a tristeza que dela advém
Não dormirei para sonhar com teu retorno
Não quero a alegria que fatalmente
Me tomará ao me acordar
E se tornará melancolia
Pois na plataforma
Não haverá
Ninguém



Foto: and_for_how_long_after__by_two_tickets-d36zlxz
Related Posts with Thumbnails