25 de out de 2010

 José Saramago

"Se tens um coração de ferro, bom proveito. 
O meu, fizeram-no de carne, e sangra todo dia." 





Foto: Hurt by =racheldesbois

21 de out de 2010

Luis Fernando Veríssimo


A verdade é que a gente não faz filhos. 
Só faz o layout. Eles mesmos fazem a arte-final.


Fonte: http://www.sxc.hu


Voltaire

Posso não concordar com nenhuma das palavras que você disser, 
mas defenderei até a morte o direito de você dizê-las.



Foto: Cold_Light_Of_The_Morning_by_Ana_Darvulia

Meus Bons Amigos

Barão Vermelho

Meus bons amigos, onde estão?
Notícias de todos quero saber
Cada um fez sua vida
De forma diferente
Às vezes me pergunto
Malditos ou inocentes?

Nossos sonhos, realidades
Todas as vertigens, crueldades
Sobre nossos ombros
Aprendemos a carregar
Toda a vontade que faz vingar
No bem que fez prá mim
Assim, assim
Me fez feliz, assim...

O amor sem fim
Não esconde o medo
De ser completo
E imperfeito...

Meus bons amigos, onde estão?
Notícias de todos quero saber
Sobre nossos ombros
Aprendemos a carregar
Toda a vontade que faz vingar
No bem que fez prá mim
Assim, assim
Me fez feliz, assim...

O amor sem fim
Não esconde o medo
De ser completo
E imperfeito
Não, não, não
O amor sem fim
Não esconde o medo
De ser completo
E imperfeito..



Foto: Amigos_by_miguelfido

19 de out de 2010



Marlon Monter

Na loucura dos meus dias quero ser são, pra tornar-me louco 
Onde lugar comum é viajar nas ilusões de cada um;


Foto: That_sinking_feeling____by_Sugarock99


Clarice Lispector


(...) Mas não sou completa, não. 
Completa lembra realizada. 
Realizada é acabada. 
Acabada é o que não se renova a cada instante da vida e do mundo. 
Eu vivo me completando... mas falta um bocado.



Foto: Lonely Road by danUK86

Mario Benedetti
Se o coração se cansa de querer,
para que serve? 



Foto: day_one_by_Ronaaa

Walt Whitman



A afeição ainda resolverá os
Problemas da Liberdade;
Aqueles que se amam
Tornar-se-ão invencíveis.



Foto: flowers by lnylen

13 de out de 2010

V - Há Metafísica Bastante em Não Pensar em Nada



Alberto Caieiro 
O que penso eu do mundo?  
Sei lá o que penso do mundo!  
Se eu adoecesse pensaria nisso.
Que idéia tenho eu das cousas?
Que opinião tenho sobre as causas e os efeitos?
Que tenho eu meditado sobre Deus e a alma
E sobre a criação do Mundo?
Não sei.  Para mim pensar nisso é fechar os olhos 
E não pensar. É correr as cortinas
Da minha janela (mas ela não tem cortinas).





Foto: 2010__078__by_rainris

II - O Meu Olhar


 Alberto Caeiro, em "O Guardador de Rebanhos", 8-3-1914


O meu olhar é nítido como um girassol.
Tenho o costume de andar pelas estradas
Olhando para a direita e para a esquerda,
E de vez em quando olhando para trás...
E o que vejo a cada momento
É aquilo que nunca antes eu tinha visto,

E eu sei dar por isso muito bem...
Sei ter o pasmo essencial
Que tem uma criança se, ao nascer,
Reparasse que nascera deveras...
Sinto-me nascido a cada momento
Para a eterna novidade do Mundo... 

Creio no mundo como num malmequer,
Porque o vejo. Mas não penso nele
Porque pensar é não compreender...  

O Mundo não se fez para pensarmos nele
(Pensar é estar doente dos olhos)
Mas para olharmos para ele e estarmos de acordo... 

Eu não tenho filosofia; tenho sentidos...
Se falo na Natureza não é porque saiba o que ela é,
Mas porque a amo, e amo-a por isso
Porque quem ama nunca sabe o que ama
Nem sabe por que ama, nem o que é amar...
    Amar é a eterna inocência, E a única inocência não pensar...
    Foto: dernier_regard_ii_by_gwichin-d2zb00r
Related Posts with Thumbnails