29 de jun de 2008

Affonso Romano de Sant'Anna.


Affonso Romano de Sant'Anna.


"A beleza é um grito,
é um fruto,
beleza é um vício.
É um mergulho vivo
no infinito."


Foto: Inquietação de Ramarago

7 de jun de 2008

Engorda


Leila Miccolis


Ilusões para os aflitos,
para a mulher, segurança,
para a casa, samambaias,
consolo para os doentes,
conselhos aos desgarrados,
aos leitos de amor, cambraias.
Sorriso para as crianças,
esmolas para os famintos,
para os homens, futebol,
televisão para todos
e alface para as cobaias.



Foto: À espera... de sIsabel gomes da silva

Para Ler De Manhã E À Noite

Bertold Brecht


Aquele que amo
Disse-me
Que precisa de mim.
Por isso
Cuido de mim
Olho meu caminho
E receio ser morta
Por uma só gota de chuva.


Foto: Pedaços de Veludo de Artur Ferrão

1 de jun de 2008

Pérola Negra

Luiz Melodia


Tente passar pelo que estou passando
Tente apagar este teu novo engano
Tente me amar, pois estou de amando
Baby, te amo, nem sei se te amo

Tente usar a roupa que estou usando
Tente esquecer em que ano estamos
Arranje algum sangue, escreva num pano
Pérola Negra, te amo, te amo

Rasgue a camisa, enxugue meu pranto
Como prova de amor mostre teu novo canto
Escreva num quadro em palavras gigantes
Pérola Negra, te amo, te amo

Tente entender tudo mais sobre o sexo
Peça meu livro querendo te empresto
Se intere da coisa sem haver engano
Baby, te amo, nem sei se te amo...



Foto: hi ! do album de Moonchild




Teus filhos não são teus filhos.


Kahlil Gibran

Teus filhos não são teus filhos.
Eles são os filhos e filhas da ânsia da vida por si mesma.
Vêm através de ti, mas não de ti,
E embora estejam contigo, não te pertencem.
Podes dar-lhes o teu amor, mas não os teus pensamentos,
Pois eles têm seus próprios pensamentos,
Podes abrigar-lhes o corpo, mas não a alma,
Pois sua alma mora na casa do amanhã,
que não podes visitar, nem mesmo em sonhos.
Podes esforçar-te para ser como eles, mas procura não fazê-los
ser como tu,
Pois a vida não anda para trás nem se demora no dia de ontem.



Foto: Primogénito de António Amen




Nasci antes do tempo



Cora Coralina


Tudo que criei e defendi
nunca deu certo.
Nem foi aceito.
E eu perguntava a mim mesma
Por quê?

Quando menina,
ouvia dizer sem entender
quando coisa boa ou ruim acontecia a alguem:
Fulano nasceu antes do tempo.
Guardei

Tudo que criei, imaginei e defendi
nunca foi feito.
E eu dizia como ouvia
a moda de consolo:
Nasci antes do tempo.

Alguém me retrucou.
Você nasceria sempre
antes do seu tempo.
Não entendi e disse Amém.

Foto: Pintura matisse

Related Posts with Thumbnails