28 de nov de 2007

Linha do Equador

Djavan

Luz das estrelas, laço do infinito
Gosto tanto dela assim
Rosa amarela, voz de todo grito
Gosto tanto dela assim
Esse imenso desmentido de amor
Vai além de seja o que for
Vai além de onde eu for, do que sou
Minha dor, minha linha do equador
Esse imenso desmedido amor
Vai além de seja o que for
Passa mais além do céu de Brasília
Traço do arquiteto
Gosto tanto dela assim
Gosto de filha, música de preto
Gosto tanto dela assim
Essa desmesurada de paixão
É loucura do coração
Minha Foz do Iguaçu, polo sul
Meu azul, luz do sentimento blue
Esse imenso desmentido de amor
Vai além de seja o que for
Vai além de onde eu for, do que sou
Minha dor, minha linha do Equador
Mas é doce morrer neste mar de lembrar
E nunca esquecer
Se eu tivesse mais alma pra dar
Eu daria, isto pra mim é viver
Céu de Brasília, traço do arquiteto
Gosto tanto dela assim
Gosto de filha, música de preto
Gosto tanto dela assim
Essa desmesurada de paixão
É loucura do coração
Minha Foz do Iguaçu, polo Sul
Meu azul, luz do sentimento blue
Esse imenso desmentido de amor
Vai além de seja o que for
Vai além de onde eu for, do que sou
Minha dor, minha linha do Equador
Mas é doce morrer neste mar de lembrar
E nunca esquecer
Se eu tivesse mais alma pra dar
Eu daria, isto pra mim é viver


Foto: santa cruz por Socorro Gomes

Não se conforme, faça como o grande poeta!

Fernando Pessoa

"Conformar-se é submeter-se
e vencer é conformar-se, ser vencido.
Por isso toda a vitória é uma grosseria.
Os vencedores perdem sempre
todas as qualidades de desalento
com o presente que os levaram à luta
que lhes deu a vitória.
Ficam satisfeitos,
e satisfeito só pode estar aquele
que se conforma,
que não tem a mentalidade do vencedor.
Vence só quem nunca consegue."

Foto: Playing de Tânia Flores

24 de nov de 2007

Ariano pelas mãos de Priscila Holanda!

Aqui morava um rei
Ariano Suassuna

Aqui morava um Rei quando eu menino
Vestia ouro e castanho no gibão
Pedra da sorte sobre o meu destino
Pulsava junto ao meu seu coração

Para mim, seu cantar era divino
Quando ao som da viola e do bordão
Cantava com voz rouca o desatino
O sangue o riso e as mortes do sertão

Mas mataram meu pai, desde esse dia
Eu me vi como um cego sem meu guia
Que se foi para o sol, transfigurado


Sua Efígie me queima, eu sou a presa
Ele a brasa que impele ao fogo, acesa,
Espada de ouro em Pasto Ensangüentado

Foto: O imperador Armorial de Priscila Holanda, devidamente autorizada pela artista que é inteira e genuinamente paraibana mas, para o mundo!

19 de nov de 2007

Clarice

Clarice Lispector

"Não quero ter a terrível limitação
de quem vive apenas
do que é passível de fazer sentido.
Eu não: Quero é uma verdade inventada."


Foto: arquivo pessoal

Meu Deus, me dê a coragem

Clarice Lispector
Meu Deus, me dê a coragem
de viver trezentos e sessenta e cinco dias e noites,
todos vazios de Tua presença.
e dê a coragem de considerar esse vazio
como uma plenitude.
Faça com que eu seja a Tua amante humilde,
entrelaçada a Ti em êxtase.
Faça com que eu possa falar
com este vazio tremendo
e receber como resposta
o amor materno que nutre e embala.
Faça com que eu tenha a coragem de Te amar,
sem odiar as Tuas ofensas à minha alma e ao meu corpo.
Faça com que a solidão não me destrua.
Faça com que minha solidão me sirva de companhia.
Faça com que eu tenha a coragem de me enfrentar.
Faça com que eu saiba ficar com o nada
e mesmo assim me sentir
como se estivesse plena de tudo.
Receba em teus braços
o meu pecado de pensar.

Foto: de António Macedo

Dá-me a tua mão

Clarice Lispector

Dá-me a tua mão: Vou agora te contar como entrei no inexpressivo que sempre foi a minha busca cega e secreta. De como entrei naquilo que existe entre o número um e o número dois, de como vi a linha de mistério e fogo, e que é linha sub-reptícia.

Entre duas notas de música existe uma nota, entre dois fatos existe um fato, entre dois grãos de areia por mais juntos que estejam existe um intervalo de espaço, existe um sentir que é entre o sentir - nos interstícios da matéria primordial está a linha de mistério e fogo que é a respiração do mundo, e a respiração contínua do mundo é aquilo que ouvimos e chamamos de silêncio.

in "A Descoberta do Mundo" Ed. Rocco - Rio de Janeiro, 1999
Foto: De José Esteves

Das utopias

* Mário Quintana - 'Espelho Mágico'(1951)


"Se as coisas são inatingíveis... ora!
Não é motivo para não querê-las...
Que tristes os caminhos, se não fora
A presença distante das estrelas!"

Foto: Contemplando de João Martins Pereira

17 de nov de 2007

Dostoievski

Fiodor Dostoievski

"Conhecemos um homem pelo seu riso; se na primeira vez que o encontramos ele ri de maneira agradável, o íntimo é excelente."


"Quanto mais gosto da humanidade em geral, menos aprecio as pessoas em particular, como indivíduos."


"Nem homem nem nação podem existir sem uma ideia sublime."


"Às vezes o homem prefere o sofrimento à paixão."


"A purificação pelo sofrimento é menos dolorosa que a situação que se cria a um culpado por uma absolvição impensada."


"Podem ter a certeza de que não foi quando descobriu a América, mas sim quando estava a descobri-la, que Colombo se sentiu feliz."


"A tragédia e a sátira são irmãs e estão sempre de acordo; consideradas ao mesmo tempo recebem o nome de verdade."


"Nada serviu tanto o despotismo como as ciências e os talentos."


"Não há ideia nem fato que não possam ser vulgarizados e apresentados a uma luz ridícula."


"Decididamente não compreendo por que é mais glorioso bombardear de projécteis uma cidade do que assassinar alguém a machadadas."


"A beleza salvará o mundo."


"A falta de liberdade não consiste jamais em estar segregado, e sim em estar em promiscuidade, pois o suplício inenarrável é não se poder estar sozinho."


"A vida é um paraíso, mas os homens não o sabem e não se preocupam em sabê-lo."


"A fé e as demonstrações matemáticas são duas coisas inconciliáveis."


"Não será preferível corrigir, recuperar, e educar um ser humano que cortar-lhe a cabeça ?"


"Todos somos responsáveis de tudo, perante todos."


"Todas as mulheres sabem que os ciumentos são os primeiros a perdoar."


"A verdadeira verdade é sempre inverosímil."


"Não há assunto tão velho que não possa ser dito algo de novo sobre ele."


"Aos olhos do artista, o público é um mal necessário; é preciso vencê-lo, nada mais."


"A melhor definição que posso dar de um homem é a de um ser que se habitua a tudo."


"O criminoso, no momento em que pratica o seu crime, é sempre um doente."


"Compara-se muitas vezes a crueldade do homem à das feras, mas isso é injuriar estas últimas."


"A maior felicidade é quando a pessoa sabe porque é que é infeliz."


O amor não precisa razão...

Benny Franklin

Dizes-me não se lembrar de mim.
Pois eu não, por Deus não, não Te esquecerei
Até que me separe de minha lágrima
E até que se sequem os meus olhos,
Que têm armadilhas de prender quem os negue
Mesmo que se tente fugir deles,
Galgando as armaduras do sorriso

Neste tempo de espadas de beijos camuflados,
De partidas congeminadas,
De línguas adulteradas,
E de cabeças condensadas,
Não se pode dizer não
Sem encontrar uma fenda no coração,
Não se pode esconder uma faca no dente
Sem que os seus gomos nos cortem o rosto,
Não se pode armar um adeus
Que não vá explodir entre
Os nossos corpos.

Oh! Amor,Beija, por mim,
Os náufragos habitantes de Ti
E diz-me se deles a audácia
É tão grande quanto a minha.
Perdoa o perdão dos enamorados
Do íntimo de quem jamais o olvidou.
Diz-me se o divã de encontros e de desencontros,
É tão macio quanto o teu abraço...
Presenteia-me com âmagos e colagens onde a verdade,
Único tapume a resistir, reencontra flores
Entre penetrações recorrentes
E tão minguadas esquinas!

Ah! Dizes-me esquecer o amor.
Pois eu não. Por Deus, eu não o esquecerei!

Foto: Voos de Maria São MIguel



12 de nov de 2007

Anaïs Nin

"Realidade não me impressiona.
Eu só acredito em intoxicação,
em êxtase, e quando vida ordinária me algemar,
eu escapo, de uma maneira ou de outra.
Nenhum muro mais."

Foto: e da cinza se faz pó de Paulo cesar

O ÚNICO ANIMAL

Luis Fernando Verissimo

O homem é o único animal
... que ri
...que chora
... que chora de rir
... que passa por outro e finge que não vê
... que fala mais do que papagaio
... que está sempre no cio
... que passa trote
... que passa calote
... que mata a distância
... que manda matar
... que esfola os outros e vende a pele
... que alimenta as crias, mas depois cobra com chantagem sentimental
... que faz o que gosta escondido e o que não gosta em público
... que leva meses aprendendo a andar
... que toma aula de canto
... que desafina
... que paga para voar
... que pena que é anfíbio e morre afogado
... que pensa que é bípede e tem problema de coluna
... que não tem rabo colorido, mas manda fazer
... que só muda de cor com produtos químicos ou de vergonha
... que tem que comprar antenas
... que bebe, fuma, usa óculos, fica careca, põe o dedo no nariz e gosta de ópera
... que faz um boneco inflável da fêmea
... que não suporta o próprio cheiro
... que se veste
... que veste os outros
... que despe os outros
... que só lambe os outros
... que tem cotas de emigração
... que não tem linguagem comum a toda espécie
... que se tosa porque quer
... que joga no bicho
... que aposta em galo e cavalo
... que tem gato e cachorro
... que tem lucro com os ovos dos outros
... que caça borboleta
... que usa gravata e pensa que Deus é parecido com ele
... que planta e colhe
... que planta e colhe e mesmo assim morre de fome
... que foi à Lua
... que apara os bigodes
... que só come carne crua em restaurante alemão
... que gosta de escargot (fora o escargot)
... que faz dieta
... que usa o dedão
... que faz gargarejo
... que escraviza
... que tem horas
... que imita passarinho
... que poderia ter construído Veneza e destruído Hiroshima
... que faz fogo
... que se analisa
... que faz ginástica rítmica
... que sabe que vai morrer
... que sabe que vai morrer e mesmo assim vai atrás do motorista
... que cortou sua frente só para xingar a mãe dele e se desagravar porque
não leva desaforo pra casa de vagabundo nenhum
...que sabe que vai morrer e mesmo assim, ou por causa disto,
fica fazendo caretas na frente do espelho
... que se compara com os outros animais
... que se mata
... que se pinta
... que tem uma cosmogonia
... que senta e cruza as pernas
... que chupa os dentes
... que pensa que é eterno.

O homem é o único animal
... que constrói casa, mas é o único que precisa de fechadura
... que foge dos outros, mas é o único que chama de retirada estratégica
... que se ajoelha, mas é o único que faz isto voluntariamente
... que trai, polui e aterroriza, mas é o único que se justifica depois
... que engole sapo, mas é o único que não faz isso pelo valor nutricional
... que faz sexo, mas é o único que precisa de manual de instruções.
Foto: O peso da solidão de Manuel Passos.

Inefável


Cruz e Souza

"Nada há que me domine e que me vença
Quando a minha alma mudamente acorda...
Ela rebenta em flor, ela transborda
Nos alvoroços da emoção imensa.
Sou como um Réu de celestial sentença,
Condenado do Amor, que se recorda
Do Amor e sempre no Silêncio borda
De estrelas todo o céu em que erra e pensa.

Claros, meus olhos tornam-se mais claros
E tudo vejo dos encantos raros
E de outras mais serenas madrugadas!

Todas as vozes que procuro e chamo
Ouço-as dentro de mim porque eu as amo
Na minha alma volteando arrebatadas.

Foto: AMO-TE de Ricardo Alberto Sousa

11 de nov de 2007

Frida

Frida Kahlo

"Pensaram que eu era surrealista, mas nunca fui.
Nunca pintei sonhos, só pintei minha própria realidade".


Foto: tela de Frida Kahlo The Broken Column

Frida Kahlo

Diário de Frida Kahlo

"La tragedia es lo más
ridículo que tiene ‘el hombre’
pero estoy segura, de que los
animales, aunque ‘sufren’,
no exiben su ‘pena’
en ‘teatros’ abiertos, ni
‘cerrados’ (los ‘hogares’).
Y su dolor es más ciertoque cualquier imagen
que pueda cada hombre
‘representar’ o sentir
como dolorosa"

Foto: Self-Portrait (Dedicated to Leon Trotsky)

Sempre Drumond

Carlos Drummond de Andrade

"A cada dia que vivo,
mais me convenço
de que o desperdício da vida
está no amor que não damos,
nas forças que não usamos,
na prudência egoísta que nada arrisca,
e que, esquivando-nos do sofrimento,
perdemos também a felicidade.”

Foto: Um olhar por detrás das grades de joão prates

Amiga

Florbela Espanca

Deixa-me ser a tua amiga, Amor,
A tua amiga só, já que não queres
Que pelo teu amor seja a melhor
A mais triste de todas as mulheres.

Que só, de ti, me venha magoa e dor
O que me importa a mim? O que quiseres
É sempre um sonho bom! Seja o que for,
Bendito sejas tu por mo dizeres!

beijá-me as mãos, Amor, devagarinho...
Como se os dois nascessemos irmãos,
Aves cantando, ao sol, no mesmo ninho...

Beija-mas bem!... Que fantasia louca
Guardar assim, fechados, nestas mãos,
Os beijos que sonhei pra minha boca!...

Foto: Longway to nowhere de Vasco Oliveira

Quintana


* Mario Quintana in Portas giratória

"No dia em que estiveres muito cheio de incomodações, imagina que morreste anteontem... Confessa: tudo aquilo teria mesmo tanta importância?"

Foto: de Rui Bonito

9 de nov de 2007

Françoise Sagan

Françoise Sagan

"Nada é mais letal contra o ciúme do que uma gargalhada."

'Desejo tanto que respeitem a minha liberdade que sou incapaz de não respeitar a dos outros."

'Preferia ter sido infeliz por uma boa razão do que feliz por uma má."

Simone de Beauvoir


"Querer-se livre é também querer livres os outros."

"A morte parece menos terrível quando se está cansado."


"Eu passava muito bem sem Deus e, se utilizava o seu nome, era para designar um vazio que tinha, a meus olhos, o clarão da plenitude."

"Por vezes a palavra representa um modo mais acertado de se calar do que o silêncio."

"Atroz contradição a da cólera; nasce do amor e mata o amor."
"Por vezes a palavra representa um modo mais acertado de se calar do que o silêncio."

Bem no Fundo

Paulo Leminsk

No fundo, no fundo,
bem lá no fundo,
a gente gostaria
de ver nossos problemas
resolvidos por decreto

a partir desta data,
aquela mágoa sem remédio
é considerada nula
e sobre ela — silêncio perpétuo

extinto por lei todo o remorso,
maldito seja que olhas pra trás,
lá pra trás não há nada,
e nada mais

mas problemas não se resolvem,
problemas têm família grande,
e aos domingos saem todos a passear
o problema, sua senhora
e outros pequenos probleminhas.
Foto: Atalhos de Mario São Miguel

Apagar-me

Paulo Leminsk

Apagar-me
diluir-me
desmanchar-me
até que depois
de mim
de nós
de tudo
não reste mais
que o charme.

4 de nov de 2007

Não somente sobre o amor!



"Os homens precisam da ilusão do amor da mesma forma que precisam da ilusão de Deus.
Da ilusão do amor para não afundarem no poço horrível da solidão absoluta;
da ilusão de Deus, para não se perderem no caos da desordem sem nexo."


Trecho do conto "Os Dragões não Conhecem o Paraíso", de Caio Fernando Abreu


Foto: HELP !! de António Macedo

Dor elegante

Paulo Leminski
Um homem com uma dor
é muito mais elegante
caminha assim de lado
como se chegando atrasado
andasse mais adiante
carrega o peso da dor
como se portasse medalhas
uma coroa um milhão de dólares
ou coisa que os valha
ópios édens analgésicos
não me toquem nessa dor
ela é tudo que me sobra
sofrer, vai ser minha última obra

Foto: Homenagem a Reza – 1 de Vitor NUnes


Caio Fernando Abreu

Caio Fernando Abreu

"Continuo a pensar que quando tudo parece sem saída,
sempre se pode cantar.
Por essa razão escrevo.”

Foto: Playing de Tânia Flores

Perder sem se perder

Lya Luft

“Foram-se os amores que tive
ou me tiveram:
partiram
num cortejo silencioso e iluminado.
O tempo me ensinou
a não acreditar demais na morte
nem desistir da vida: cultivo
alegrias num jardim
onde estamos eu, os sonhos idos,
os velhos amores e seus segredos.
E a esperança - que rebrilha
como pedrinhas de cor entre as raízes.”

Foto: de Helder Almeida Capela

3 de nov de 2007

Antes que termine o dia



"No amor, sempre existe um que ama mais. Quem me dera não fosse eu! "
(Antes que termine o dia)

Uma Saída de Mestre

Foto

"Confio em todas as pessoas, só não confio no demônio que existe dentro delas!"
(Uma Saída de Mestre)

88 Minutos

Foto

Aprendi que o tempo não cura uma ferida, mas de alguma forma, de um jeito misericordioso diminui o tamanho dela. (88 Minutos)


Há apenas quatro questões na vida. O que é sagrado? De que é feita a alma? O que vale a pena ser vivido e qual é o motivo pelo qual vale a pena morrer? A resposta é a mesma para todas:
apenas o amor. (Don Juan)

... essa teria sido uma boa ocasião para mentir, mas a verdade é um hábito terrível. (Don Juan)

Ultimat Bourne

Foto

"A minha melhor regra é esperarmos o melhor
e praparamo-nos para o pior." (Ezra Kramer)

2 de nov de 2007

Pecados ïntimos

Foto

Notas sobre um escândalo

Foto

Notas Sobre um Escândalo é um drama forte e tenso que ganha pontos por ser atual sem precisar apelar para movimentos de câmera vertiginosos, um recurso que virou carne de vaca e atrapalha bastante quando não usado pelas mãos certas.
Notas Sobre um Escândalo
Direção: Richard Eyre
Com: Judi Dench, Cate Blanchett, Bill Nighy, Andrew Simpson

Brilho eterno de uma mente sem lembranças

"Abençoados os que esquecem, porque aproveitam até mesmo os seus equívocos".
(Friedrich Nietzche)

"A vantagem de ter péssima memória
é divertir-se muitas vezes
com as mesmas coisas boas
como se fosse a primeira vez."
(Friedrich Nietzsche)

"Feliz é o destino da inocente vestal
Esquecida pelo mundo que ela esqueceu
Brilho eterno da mente sem lembrança!"
(Alexander Pope - "Eloise to Abelard")

21 Gramas

Foto:

21 Gramas


Quantas vidas vivemos?
Quantas vezes morremos?
Dizem que todos nós perdemos 21 gramas no momento exato de nossa morte.
Todos.
Quanto cabe em 21 gramas?
Quanto é perdido?
Quando perdemos 21 gramas?
Quanto se vai com eles?
Quanto é ganho?
Quanto é ganho?
21 gramas.
O peso de cinco moedas de cinco centavos,
o peso de um beija-flor.
Uma barra de chocolate.
Quanto pesam 21 gramas?

"Quando os resíduos arderam em chamas, os milharais ficarão verdes de novo."


1 de nov de 2007

INTENTO

Priscila Priska

Despede-te de temores
E inaugura sonoro
Tua voz de cadência
Compassiva e clara
Para que teu corpo
desabe sobre mim
Melodioso,
inundado de fúria,
torpor
e mil abstrações

Alegra-te de mim
entre descobertas
e permanências
Possuídos,
possessivos,
inflamados
Porque em nós
habita o divino
a força que renova o poder
Consome a própria chama

E pousarei lentamente
em teu corpo de girassol
Resplandecendo iluminada
de amarelo e ouro
Contente de mim mesma
posso me ver agora
Invisível larva
Amorosa
Passiva
Lascíva e fatal.

Foto: de Nuno Belo
Related Posts with Thumbnails